Tipos de escala de trabalho

No Brasil, todo trabalhador contratado com carteira assinada, ou seja, numa relação de emprego, tem a jornada de trabalho estipulada no seu contrato.

A jornada – ou duração de trabalho, termo usado pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) – corresponde ao período que o empregado deve ficar à disposição da empresa diariamente (e é importante frisar que o tempo para as refeições e locomoção do trabalhador até a empresa não estão incluídos nessa duração).

A lei exige que fique claro, por escrito, o valor da jornada, que tem um limite de 44 horas semanais e 220 horas mensais, segundo a CLT. 

Esse total, por sua vez, pode ser dividido em diversos tipos de escala de trabalho.

Os mais comuns são: