5 adaptações fáceis no escritório para a volta ao trabalho presencial

Publicado em 2 fevereiro, 2022

Atualizado em 10 agosto, 2022 | Leitura: 5 min

O modelo de trabalho híbrido já é uma realidade para diversas empresas. Cabe pontuar que, em primeiro lugar, a pandemia ainda não acabou, então seguir evitando aglomerações é fundamental. Mesclar dias de home office e dias no escritório, portanto, pode ser a modalidade mais adequada no momento para empresas e até mesmo funcionários que sentem a necessidade da gradativa volta ao trabalho presencial.

E nesse cenário, mais do que adaptar o modelo de trabalho, também é preciso adequar o próprio escritório. Como estruturar o espaço físico com um revezamento de equipes eficiente que continue atendendo as demandas do negócio? Elencamos algumas sugestões que podem contribuir, sempre levando em conta a segurança dos colaboradores. Confira.

Reorganize o escritório para a volta ao trabalho presencial

Business photo created by ArthurHidden - Escritório
Imagem: Freepik

1. Considere cada setor e profissional

Os meses em casa nos permitiram avaliar novas possibilidades. Empresas que até então nunca haviam considerado o trabalho remoto perceberam que é possível manter entregas e resultados a distância, assim como muitos colaboradores se viram mais produtivos e satisfeitos atuando dessa forma.

Então vale avaliar: será que realmente todos os setores da sua empresa precisam retornar ao trabalho presencial? Ouça os gestores e avalie os últimos formulários de feedbacks. Provavelmente você vai encontrar funcionários que prefiram trabalhar de casa, enquanto outros já querem ir ao escritório. Veja, também, como ficaram os resultados durante o período remoto. 

Business photo created by DCStudio - Mulher no escritório de máscara falando com colega no computador por videoconferência
Imagem: Freepik

Com essas informações em mãos, será possível determinar quem deve retornar e quem pode permanecer em casa. Nessa avaliação, muitas empresas também optam por deixar a decisão nas mãos dos funcionários: eles que estabelecem quando e onde trabalhar. Veja o que faz mais sentido para o seu negócio, e lembre-se de deixar as determinações claras para todos.

Sua empresa ainda não sabe se já está preparada para adotar de vez o modelo híbrido? Veja as dicas do CRO do Escala, Raphael Tavares, que foram destaque na Exame e aprenda a identificar e colocar em prática essa transição.

2. Estabeleça limites

O próximo passo é determinar o limite de funcionários que irão para a empresa a cada dia. Para evitar aglomerações, vale considerar uma taxa de ocupação de 50% do escritório. Feita essa determinação, será possível criar escalas de revezamento, ou seja, definir quando cada funcionário irá para a empresa. Você pode trabalhar com uma quantidade mínima de presença para cada time, por exemplo.

Business photo created by DCStudio - Pessoas na volta ao trabalho presencial, trabalhando de máscara das suas mesas
Imagem: Freepik

3. Avalie o seu espaço

Muitas empresas que adotaram o modelo remoto de trabalho durante o período mais crítico da pandemia acabaram se desfazendo das suas sedes físicas. Mas tanto para quem procura quanto para quem já tem um escritório, vale repensar esse ambiente: será que ainda é necessário um espaço físico tão grande? 

Depois de passar pelas etapas um e dois, será possível olhar de maneira crítica para o ambiente que você tem disponível (ou está pensando em alocar). Entre as tendências de espaços de trabalho flexíveis estão o coworking e o hot desking. Ambos se referem a modelos de revezamento e compartilhamento de ambientes corporativos. E assim, sem posições fixas, é possível atuar em espaços menores. Mas lembre-se de que ao optar por algum deles é fundamental manter a higienização adequada a cada troca de colaboradores.

4. Mantenha o controle de forma otimizada

Para colocar todas essas estratégias em prática com organização, vale criar um mapa das estações de trabalho e as escalas de revezamento. Agora já imaginou reunir todas essas informações em um mesmo programa, seguindo todas as regras determinadas pela sua empresa, e ainda oferecer aos funcionários a possibilidade de escolher seus lugares?

Tudo isso é possível com o Escala Espaços. A nova solução do Escala – startup que nasceu no Laboratório de Inovação do Hospital Israelita Albert Einstein – permite a reserva de posições de trabalho, o check-in e check-out de funcionários e o acompanhamento em tempo real do gestor das taxas de ocupação.

Ficou curioso e gostaria de conhecer a plataforma? Converse com a nossa equipe e veja como podemos ajudar o seu negócio!

5. Crie conscientização coletiva

Já ouvimos em demasia as orientações das autoridades de saúde para conter a disseminação do coronavírus, mas uma vez que a pandemia não acabou, nunca é demais reforçar. Nesse objetivo de manter a conscientização entre os colaboradores, vale espalhar cartazes na sede física da empresa enfatizando o uso correto da máscara, da lavagem de mãos e de como se portar em público. 

Business photo created by DCStudio - Colegas se cumprimentando com "cotovelada" na volta ao trabalho presencial
Imagem: Freepik

Para incentivar as ações de cuidado, também garanta o acesso aos utilitários básicos: máscara, álcool gel, sabonete nos banheiros, marcação nos pisos. E lembre os colaboradores que se proteger é também proteger o outro. 

E pensando em ajudar a sua empresa nessa tarefa, montamos um ebook que reúne as últimas orientações dos protocolos sanitários além de estratégias de gestão de pessoas para garantir a segurança na volta ao trabalho presencial e manter a excelência nos resultados. No material você também encontra avisos informativos para colocar na sua empresa e modelos práticos de organização de lugares. Baixe gratuitamente agora mesmo!

Conteúdos Relacionados

Redação Escala

Textos assinados por nossa equipe especialista em produção de conteúdo e gestão inteligente de trabalho.
Todos os posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.