Garantir a experiência do colaborador, nos dias de hoje, é fundamental para o sucesso de qualquer empresa. Afinal de contas, está cada vez mais difícil encontrar bons profissionais para atuar na linha de frente das organizações. O employee experience é uma das principais estratégias para a retenção e a atração de funcionários.

O processo, ainda que bastante necessário, recebe pouca atenção das empresas brasileiras, o que é considerado um grande erro. Um estudo realizado por Jacob Morgan, considerado o “pai” do conceito nos Estados Unidos, inclusive, mostrou que empresas que investem consistentemente em employee experience possuem 4,2x mais lucro médio; 2,8x mais receita por colaborador; 40% menos turnover e 24% menos colaboradores (headcount).

Dentre as principais vantagens em investir na experiência do colaborador e na melhora efetiva de sua jornada na empresa, estão o aumento da produtividade, a melhora do clima organizacional, a redução do turnover e a promoção da marca empregadora.  Um estudo feito pela IBM também aponta que, dentre os entrevistados, 25% dos colaboradores mais influenciados por uma boa EX, 96% destes também reportam um alto nível de performance no trabalho.

Veja a seguir o que é e tudo o que você precisa para melhorar a experiência do colaborador na sua empresa.

Mas, afinal, o que é e do que se trata a experiência do colaborador?

A experiência do colaborador, também conhecida por apenas employee experience, no inglês, é o resultado de todas as interações que um colaborador tem com a empresa em que atua. O que inclui todas as etapas entre o seu processo seletivo até o seu desligamento, seja ele uma decisão da empresa ou não. O employee experience inclui, ainda, processos, sistemas, pessoas, propósitos, sentimentos, aprendizados e comportamentos que essas interações provocam.

Dependendo do nível de engajamento no trabalho, da cultura da empresa e do clima organizacional, a experiência do colaborador pode ser positiva ou negativa e o que definirá a qualidade deste conjunto de interações são indicadores como, por exemplo, o crescimento e o reconhecimento profissional, o engajamento com a liderança direta, a independência e autonomia para a tomada de decisões, entre inúmeros outros critérios.

O conceito de employee experience engloba, ainda, os benefícios individuais que a empresa em questão disponibiliza para esse colaborador em troca de sua produtividade e eficiência. Em suma, este conceito é composto também pelas etapas:

  • Processo seletivo;
  • Contratação;
  • Onboarding (processo de integração);
  • Treinamento e desenvolvimento;
  • Promoções e avanços na carreira;
  • Política de trabalho flexível;
  • Outplacement (processo de demissão e recolocação).

Construir uma experiência do consumidor eficiente significa, na prática, mapear e otimizar cada uma das fases desta jornada e implementá-la, de modo eficiente, em sua empresa.

Como surgiu o conceito de Employee Experience?

Acredita-se que o conceito de “Employee Experience” tenha surgido em 2017, nos Estados Unidos, a partir de estudos realizados em torno da experiência do cliente. Especialistas em gestão de pessoas chegaram, na época, à conclusão de que não é possível satisfazer o cliente sem antes proporcionar experiências positivas ao colaborador.

Quais os resultados da utilização da Experiência do Colaborador pela empresa?

São inúmeros os resultados positivos acerca da utilização da experiência do colaborador pela empresa.

Confira, a seguir, as principais vantagens para a sua organização.

  1. Atração, seleção e retenção de talentos: sem dúvidas, um dos principais benefícios da implementação do employee experience na organização, é a garantia da atração e da retenção dos melhores talentos. Afinal, como abordado no início deste artigo, está cada vez mais difícil encontrar profissionais eficientes e, mais ainda, mantê-los engajados no propósito da instituição. Pois, com a constante evolução do mercado de trabalho, os profissionais estão cada vez mais exigentes e desejam, além de um trabalho com propósito, ambientes flexíveis e culturas, de fato, inspiradoras.
  2. Ganho de produtividade: não é novidade para ninguém que a experiência do colaborador está diretamente ligada à sua produtividade profissional diária. De acordo com o relatório emitido pelo The Financial Impact of a Positive Employee Experience, publicado em 2018 pela IBM, as empresas com índices de employee experience superior possuem o triplo de retorno sobre ativos (ROA) e o dobro de retorno sobre as vendas (RSV ou margem líquida). Assim, o estudo conclui que colaboradores felizes e satisfeitos são mais produtivos e que, portanto, investimentos na constante melhoria de sua experiência, são mais do que necessários.
  3. Melhora no clima organizacional: o clima organizacional é, caso você não saiba, um dos principais indicadores para o employee experience. Afinal, é uma métrica que revela o sentimento geral, bem como a satisfação dos colaboradores com a sua jornada. Na grande maioria das vezes, quando o colaborador está satisfeito com o que lhe está sendo oferecido, o ambiente de trabalho gera, automaticamente, mais motivação e engajamento fácil das pessoas, além de uma atmosfera mais leve e saudável.
  4. Promoção da marca empregadora: a marca empregadora de uma empresa é decisiva para atrair talentos e também para construir uma reputação sólida em seu mercado de atuação. Afinal, ao oferecer uma experiência do colaborador personalizada e exclusiva, você também estará trabalhando para o seu ganho de credibilidade enquanto empregador e também para que mais pessoas queiram fazer parte do seu time.
  5. Redução do turnover: segundo um estudo realizado pela empresa Gartner, colaboradores mais engajados têm 87% menos probabilidade de deixar suas organizações do que seus colegas menos engajados. Mais de 11 bilhões de dólares são perdidos, anualmente, no mundo, para a rotatividade de colaboradores, o que mostra a importância de se investir na melhoria da jornada destes na sua empresa. Investir no employee experience é também um meio de mantê-lo na empresa por mais tempo.

Principais exemplos de Employee Experience

Embora ainda seja um movimento um tanto quanto lento, algumas empresas brasileiras têm começado a investir na melhoria efetiva da experiência do colaborador, ao passo que, as empresas americanas, já estão mais consolidadas neste quesito. Veja, a seguir, alguns exemplos globais de employee experience:

  1. The Cheesecake Factory: Segundo a Fortune, o The Cheesecake Factory é o único restaurante listado entre as 100 melhores empresas para se trabalhar em 2018. O que, sem dúvidas, não é por acaso: o foco nos colaboradores abrange todos os níveis de hierarquia da empresa, a The Cheesecake Factory possui 93% de aprovação entre os seus colaboradores. Uma das estratégias da marca neste quesito é o “Wow Stories”, que é a divulgação de histórias de excelente serviço e que, além de aumentar a moral dos colaboradores envolvidos, também dissemina as melhores práticas da organização.
  2. Coca-Cola FEMSA: Durante a leitura deste artigo, você provavelmente já entendeu que a jornada de experiência do colaborador tem início desde o momento de sua candidatura. Assim, quanto mais ágil e organizado for o processo de seleção, melhor será para a sua empresa. A Coca-Cola FEMSA, por exemplo, utilizando a solução do Taqe (plataforma de recrutamento e seleção) conseguiu realizar a contratação de 77 novos colaboradores em apenas 40 dias. O processo da marca foi pensado por meio da metodologia de gamificação e, assim, conforme os profissionais iam completando a jornada de candidatura, iam recebendo feedbacks sobre a performance em cada etapa.
  3. Quinto andar : Conhecida por ser uma das maiores imobiliárias digitais do país, a startup permite encontrar imóveis para comprar, vender ou alugar, por meio de um app e de forma bem menos burocrática que a tradicional. A empresa possui, ainda, uma comissão voltada para a inclusão e diversidade, dividida em cinco frentes, sendo: Negros; LGBTQIA+; Gênero; PCD e Social. Durante a pandemia e precisando se adaptar ao novo cenário de trabalho remoto, a empresa se destacou no quesito employee experience por meio da atualização dos benefícios dos colaboradores. A startup ajudou financeiramente os colaboradores a equiparem o home office para trabalharem em boas condições em casa.

Como melhorar a experiência do colaborador na sua empresa

  • Identifique os valores da sua empresa: o primeiro passo a ser seguido para melhorar a experiência do colaborador na sua empresa é identificar a cultura antes mesmo de anunciar as vagas disponíveis. Afinal, somente reconhecendo os seus valores é que você poderá atrair pessoas alinhadas ao seu propósito.
  • Verifique se os seus candidatos têm fit cultural: a partir do estabelecimento claro dos valores, a sua empresa já pode começar a construir a jornada do colaborador propriamente dita. É importante comunicar o seu posicionamento de modo transparente, com o intuito de evitar o desconforto do colaborador e aumentar as suas chances de permanência na empresa.
  • Meça a satisfação sobre o seu processo seletivo: se um candidato não tiver uma boa experiência já no processo seletivo, isso pode acabar destruindo toda a sua estratégia e prejudicando a sua marca empregadora. Assim, independente do resultado do seu processo, é importante oferecer feedbacks reais e atentar-se à uma experiência que demonstra respeito, transparência e agilidade.
  • Estruture todo o seu onboarding: passado o processo de seleção, é chegado o momento de você focar nos primeiros meses de seus colaboradores na empresa. Esse período é extremamente importante para a experiência do colaborador, pois é nele que o colaborador identifica se a proposta de valor feita será, de fato, cumprida. Ao invés de realizar essa etapa em um ou dois dias, tente, portanto, estender o acolhimento pelos três primeiros meses.
  • Faça pesquisas regulares durante a jornada: não guarde as pesquisas de clima somente para o início de um novo ano, quanto mais regular ela for, mais fácil será para você prever o nível de satisfação dos colaboradores. Lembre-se de avaliar, por exemplo, a efetividade de um treinamento corporativo.
  • Atente-se às entrevistas de desligamento: a coleta de dados também é importante para entender se as expectativas dos colaboradores foram frustradas e em que sua empresa deve melhorar. Embora, nem sempre, as empresas sejam receptivas às críticas, elas dizem muito sobre a experiência que você está criando para os seus colaboradores. Não deixe que elas se percam.
  • Use a tecnologia ao seu favor: a tecnologia pode ser a sua maior aliada quando o assunto é melhorar a experiência do colaborador. Sistemas PDI (plano de desenvolvimento), metas, de benefícios, e claro, de escalas são imprescindíveis neste processo. É importante, aliás, que a sua empresa invista em soluções eficientes de escala de trabalho para garantir que os colaboradores tenham as suas merecidas pausas e descansos, principalmente no que diz respeito às instituições de saúde. Isso, além de garantir uma maior satisfação do colaborador, também diminui os riscos de burnout e de desligamento precoce. 
  • Busque conhecimento em cursos e livros: existem muitos conteúdos ricos disponíveis no mercado sobre como melhorar a experiência do colaborador. Muna-se de conhecimento sobre o tema e você jamais cometerá erros com os seus colaboradores novamente.

Organize as escalas de trabalho da sua empresa

Desenhar a experiência do colaborador não é uma tarefa simples e que se faça de uma hora para outra. O importante, porém, é iniciar este processo já entendendo que o mapeamento da jornada deve servir como um registro dos processos. Logo, ao mapear os processos e os resultados por meio de pesquisas, você pode identificar pontos de melhoria para sua organização e garantir uma maior satisfação do seu time.

A solução desenvolvida pelo Escala tem provado, com excelentes cases de sucesso, que criar e gerenciar escalas de trabalho por meio de uma interface web e aplicativo móvel, além de melhorar processos, maximiza a produtividade da sua equipe e garante melhor performance para a sua empresa.

Ficou curioso e gostaria de conhecer a plataforma?  Acesse o nosso site e faça o seu cadastro. Para ler mais conteúdos relevantes continue navegando pelo blog do escala.

Artigos relacionados

Leave a Comment